Proteção Civil recomenda prevenção face a alerta de mau tempo para domingo e 2ª Feira

16-DEZ-2019

Previsão de precipitação forte, vento e trovoada, entre domingo e segunda-feira, indicou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para o Distrito de Braga.

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Guimarães alerta para as previsões de mau tempo entre domingo, dia 15, e segunda-feira, dia 16, face a previsão de precipitação forte, vento e trovoada, indicou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para o Distrito de Braga.

De acordo com informação do IPMA, prevê-se um quadro meteorológico adverso caracterizado por períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes fortes, no domingo, prosseguindo na segunda-feira de igual intensidade, com condições favoráveis à ocorrência de trovoada; vento do quadrante sul forte com rajadas até 100 km/h a partir da manhã de segunda-feira, rodando gradualmente para o quadrante oeste.

Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos

- Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água;
- Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano por acumulação de águas pluviais ou insuficiência dos
sistemas de drenagem;
- Possibilidade de inundações em zonas historicamente mais vulneráveis em resultado do transbordo de linhas de água;
- Inundações de estruturas urbanas subterrâneas em virtude de deficiências de drenagem;
- Danos em estruturas montadas ou suspensas;
- Possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte;
- Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associados à saturação dos solos, pela perda da sua consistência.

São aconselhadas as seguintes medidas preventivas

- Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
- Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água e acumulação de água nas vias;
- Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou tampas de saneamento abertas;
- Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
- Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.


  • Partilhar